Consulta ao Ginecologista e Rotina de Exames

1. Quando devo começar a ir em um Ginecologista?

Toda mulher que teve ou tem vida sexual deve consultar o ginecologista uma vez por ano para se submeter a uma avaliação clínica que inclui o exame de toque, o exame pélvico e a coleta do material para o Papanicolaou.
O exame interno ou pélvico, aquele feito com ajuda do espéculo, permite ao médico coletar material e observar o colo do útero, como se chama a entrada do órgão, atrás de sinais de corrimentos indesejáveis, de doenças.e suspeita de câncer.
O câncer cervical, também chamado de câncer de colo do útero ainda afeta muitas brasileiras. No exame de toque com apalpação abdominal o ginecologista consegue perceber se existe alguma irregularidade nos ovários, trompas de falópio e no útero
Os casos em que o exame pélvico deve ser repetido em menos de um ano:
  • Sangramento fora das menstruações ou fluxo menstrual muito intenso
  • Sangramento após a menopausa
  • Irritação ou coceira nos genitais ou corrimentos suspeitos
  • Dor e sangramento durante a relação sexual
  • Presença de sinais estranhos como manchas, verrugas ou vermelhidão na vulva (a região da entrada da vagina).

2. Por que a consulta ao ginecologista tem que ser feita regularmente por todas as mulheres?

A consulta regular ao ginecologista serve para prevenção de doenças como o câncer de mama e o de colo do útero, corrimentos, entre outras. Também é uma oportunidade para esclarecimentos de dúvidas e prevenção de gravidez indesejada.

3. Quais são os procedimentos da consulta (exames, assuntos tratados)?

Primeiramente fazemos uma entrevista com a paciente. É importante para conhecermos um pouco mais sobre o histórico de cada uma delas, quais são seus hábitos e fatores de risco. Posteriormente fazemos o exame ginecológico (mamas, abdome e região genital).
A consulta ginecológica de rotina é uma consulta tranquila e objetiva. Previne várias doenças e deve ser realizada pelo menos uma vez ao ano. Para as mulheres que nunca fizeram, indicamos que vá. A consulta é um fator essencial para manter a saúde

4. O que é o teste Papanicolaou?

O nome é homenagem ao cientista de origem grega George Papanicolaou (1883-1962), que estudou a citologia vaginal e conseguiu descrever as células malignas em seus primeiros estágios de desenvolvimento e criar um teste para detecção precoce do câncer de útero.
O Papanicolaou consiste no exame em microscópio de uma amostra de células que o ginecologista coleta raspando com uma espátula especial a região da entrada do útero. A análise serve para diagnosticar além do câncer, no início, também doenças infecciosas como chlamydia, gonorrérias, trichomonas e candidíase e a contaminação pelo HPV, abreviatura do inglês Human Papiloma Viruses.

5. Rotina de Exames

A prevenção de saúde para mulheres sexualmente ativas inclui além da consulta ao ginecologista, uma agenda de exames que deve ser observada com acompanhamento médico. Só o clínico é capaz de avaliar a necessidade desses exames no seu caso, com que frequencia ou sob quais circunstâncias

• Exame pélvico e das mamas

O que é?
Observação visual do colo do útero, com toque e apalpação dos órgãos reprodutivos e dos dos seios
Pra que serve?
Verificar a presença de corrimentos anormais e infecções ou doenças na região do colo do útero, e de nódulos e outras irregularidades nos ovários, trompas e nas mamas
Quem deve fazer?
Todas as mulheres de mais de 20 anos que tem vida sexual ativa
Quando?
Anualmente, fora de situações de risco
Situações de Risco:
Início precoce da atividade sexual, gravidez antes dos 18 anos, mais de quatro gestações, multiplicidade de parceiros, histórica de doença venérea, higiene vaginal precária

• Mamografia

O que é?
Investigação radiológica das mamas
Pra que serve?
Detectar microcalcificações e outros sinais do câncer de mama
Quem deve fazer?
Todas as mulheres de mais de 30 anos
Quando?
Depois da primeira, a cada três anos fora de situações de risco, do contrário, anualmente
Situações de Risco:
Mulheres com história familiar de câncer, ou que menstruaram cedo, ou que não tem filhos ou que engravidaram após os 30 anos

• Papanicolaou (útero)

O que é?
Análise de células retiradas do colo do útero
Pra que serve?
Detectar o câncer de colo de útero
Quem deve fazer?
Todas as mulheres de mais de 20 anos que tem vida sexual ativa
Quando?
Anualmente, no início, durante três anos consecutivos. Diante da ausência de irregularidades depois disso, a critério médico

• Colposcopia (útero)

O que é?
Observação visual do colo do útero ampliada com o auxílio de fonte de luz e lupa
Pra que serve?
Detectar a presença de infecções, irregularidades ou sinais de doenças
Quem deve fazer?
Todas as mulheres de mais de 20 anos que tem vida sexual ativa
Quando?
Anualmente, no incío, durante três anos consecutivos. Diante da ausência de irregularidades depois disso, a critério médico

• Colesterol e triglicérides

O que é?
Análise laboratorial do sangue
Pra que serve?
Prevenir doenças cardiovasculares
Quem deve fazer?
Todas as mulheres de mais de 35 anos
Quando?
A critério médico
Situações de Risco:
Mulheres fumantes, hipertensas, com história familiar de colesterol elevado ou com obesidade

• Glicemia de jejum

O que é?
Análise laboratorial do sangue
Pra que serve?
Prevenir o diabetes
Quem deve fazer?
Todas as mulheres de mais de 35 anos
Quando?
A critério médico
Situações de Risco:
Mulheres com suspeita de distúrbio associados à produção de insulina

• Eletrocardiograma em repouso

O que é?
Observação da frequência cardíaca em descanso
Pra que serve?
Detectar problemas com o batimento cardíaco
Quem deve fazer?
Todas as mulheres de mais de 35 anos
Quando?
A critério médico

• Eletrocardiograma de esforço

O que é?
Observação da frequência cardíada em movimento acelerado
Pra que serve?
Medir o potencial adequado de esforço físico
Quem deve fazer?
Mulheres de mais de 35 anos, sedentárias, em início de condicionamento físico
Quando?
A critério médico
FONTE: SOGESP, Mulher com Saúde